Carta do Presidente

Os poderes que são delegados nas Ordens profissionais exigem dirigentes comprometidos com as pessoas, com a Região. Seriedade, rigor, sentido de missão e de serviço ao bem de todos.

 

Na Secção Regional da Região Autónoma dos Açores da Ordem dos Enfermeiros, falamos mais de deveres do que de direitos, e consideramos que os privilégios têm de ser acompanhados de responsabilidades.

 

Eu e a minha equipa, abraçámos o compromisso de defender os interesses legítimos dos enfermeiros dos Açores, em convergência com os interesses públicos, os interesses do povo Açoriano.

 

Os Enfermeiros e o povo Açoriano podem contar com uma Secção Regional da Ordem dos Enfermeiros organizada, eficiente, comprometida, conhecedora da sua missão na sociedade e na saúde dos Açores.

 

Numa época de muitos perigos, de muitos desafios, de tantas opções, temos à nossa frente inúmeras oportunidades de progredir, de fazer melhor. Hoje, estamos mais capacitados, mais qualificados com uma história para nos ensinar que para trás, nunca mais.

 

Fundamentamos este mandato no rigor, na confiança, na transparência, na firmeza do que defendemos, assentados na razão, nos afetos e na proximidade, sem nunca esquecer que liderar é tomar decisões e concretizar.

 

Servir os Açores, os Enfermeiros Açorianos, será pois a nossa viagem nos próximos quatro anos. O destino está traçado e não nos desviaremos um milímetro.

Contamos com a união, apoio e participação de todos os Enfermeiros Açorianos nesta viagem. Uma Ordem orgulhosamente com os Enfermeiros!

 

 

Pedro Roberto Furtado Soares

Presidente do Conselho Diretivo da Secção Regional da Região Autónoma dos Açores

da Ordem dos Enfermeiros

 

CDR/LF/rcl