Serviço de Especialidades Cirúrgicas de Gaia reduz número de vagas

  • 05-07-2019

O Serviço de Especialidades Cirúrgicas do CHVNG/E reduziu, recentemente, o número de vagas disponíveis para doentes por falta de enfermeiros.
 
São menos 7 doentes por dia que o Serviço de Especialidades Cirúrgicas do Hospital Santos Silva, poderá receber a partir de 16 de junho. Apesar de existirem condições físicas para acolher os doentes a carência de profissionais de enfermagem levou a administração do Centro Hospital a proceder ao encerramento de camas. O serviço tem necessidade de um acréscimo de 65% dos enfermeiros que actualmente se encontram a trabalhar. 
 
O Conselho de Administração do Hospital espera, com esta redução do número de vagas disponíveis, conseguir garantir a segurança dos doentes internados. A OE está a monitorizar a situação e, apesar do encerramento de camas ser uma atitude extrema, congratula-se com a decisão prudente do CA.
 
“Não é o encerramento de camas que faz com que deixem de existir pessoas com necessidade de cuidados. Na verdade, é uma medida extrema e que acontece em situações excepcionais. Neste caso, tornou-se no único garante de prestação de cuidados seguros. Sabemos, que a decisão acertada será sempre, prestar cuidados de qualidade e garantir que todos acedem aos cuidados de saúde de que necessitam. A falta de autorização do Ministério da Saúde para contratar novos profissionais estará, de agora em diante, a deixar um número significativo de cidadãos sem a intervenção que precisam. Isto é o que realmente nos preocupa. É sobre isto que diariamente alertamos a Tutela.”, salienta Leonel Fernandes.

RPR