40 pessoas em colheita de sangue e células de medula óssea na sede da OE

  • 22-02-2021

Cerca de 40 pessoas, a maioria Enfermeiros, colaborou hoje na campanha de recolha de sangue e células de medula óssea organizada pela Ordem dos Enfermeiros, que decorreu na sua sede, em Lisboa.

 

A OE chegou a receber uma centena de inscrições, mas, devido à pandemia, nem todas as pessoas puderam comparecer por terem estado em contacto com doentes Covid-19.

 

Recorde-se que a OE está a organizar uma campanha a nível nacional para ajudar o Miguel, um menino de seis anos filho de um casal de Enfermeiros que precisa de um transplante de medula óssea urgente.

 

Ainda esta semana irá realizar-se uma nova colheita no Algarve, na sede da Associação de Dadores de Sangue do Barlavento, em Portimão, no dia 24, entre as 9h00 e as 16h00, sujeita a marcação prévia (Tel: 282 417 295).

 

Já foram também realizadas colheitas na Madeira e, assim que possível, irão realizar-se nas secções regionais do Norte e Centro, em articulação com o Instituto Português do Sangue e da Transplantação.

 

Miguel sofre de síndrome mielodisplásico, uma doença rara cuja única esperança é o transplante de medula óssea. Ser dador de medula óssea não custa nada e pode salvar a vida deste menino e de muitas outras pessoas. Basta ter entre 18 e 45 anos, um mínimo de 50 quilos e 1,50 m de altura, ser saudável e nunca ter recebido uma transfusão de sangue.

 

Vamos todos ajudar o Miguel!