Press Release - Mais um avanço para o desenvolvimento profissional dos enfermeiros

Press Release - Mais um avanço para o desenvolvimento profissional dos enfermeiros

 
A primeira candidatura a processo de acreditação de idoneidade formativa na Enfermagem acaba de dar entrada na Plataforma online que a Ordem dos Enfermeiros (OE) lançou há apenas uma semana. Trata-se da Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente (UCIP) da Unidade Local de Saúde (ULS) de Castelo Branco. Com esta candidatura, foi dado o primeiro passo para se iniciar um processo de reconhecimento da qualidade dos cuidados de enfermagem prestados, que vai permitir ainda aos enfermeiros desta unidade candidatarem-se a supervisores clínicos de Prática Tutelada de Enfermagem, apostando ativamente na melhoria contínua do seu serviço e no seu desenvolvimento profissional. A UCIP da ULS de Castelo Branco destaca-se pelo seu empenho e iniciativa em ser a primeira a apresentar uma candidatura e demonstra assim a sua confiança nesta plataforma, confiança essa que se espera ver testemunhada por todo o país.
 
Esta primeira candidatura é um avanço rumo à operacionalização do Modelo de Desenvolvimento Profissional (MDP) pois abre o caminho para a rápida criação de um período de Exercício Profissional Tutelado (EPT), o qual consiste na prática clinica acompanhada de modo contínuo, visando a maturidade nos processos de tomada de decisão e a autonomização gradual do enfermeiro recém-licenciado em ambiente profissional. A ação, a reflexão e a colaboração são eixos centrais deste modelo de supervisão clínica que tem como finalidade certificar as competências do enfermeiro reconhecendo o exercício profissional autónomo e o direito ao uso do título de Enfermeiro. Este Modelo pretende centrar a prática profissional em comprovadas e relevantes experiências clínicas, formativas e de investigação aplicada, proporcionando o acesso de todos os enfermeiros a percursos de desenvolvimento profissional, no sentido da especialização clínica.
 
Germano Couto, Bastonário da Ordem dos Enfermeiros afirma que «esta plataforma desempenha um papel fundamental e indispensável no desenvolvimento profissional dos enfermeiros, uma vez promove a mobilização de conhecimentos e experiencias consolidando competências em ambiente de Supervisão Clínica, com mais valias para o supervisado e o para o supervisor, ambos enfermeiros». Para os serviços de Saúde esta é também uma oportunidade para reformular processos e reorganizar respostas, criando melhores condições de segurança para profissionais e utentes. Ainda segundo o Bastonário da OE, «é necessário haver um envolvimento dos contextos de cuidados e dos contextos educativos no processo de desenvolvimento profissional. Há que estabelecer uma verdadeira relação de colaboração entre os vários intervenientes, para a qual todos devem contribuir, a fim de criar uma genuína prática de cuidados de Enfermagem de qualidade».
 
Recorde-se que para efetuar a candidatura, os interessados devem entrar no site da Ordem dos Enfermeiros e aceder aos links da Plataforma aí disponibilizados: Acreditação da Idoneidade Formativa dos Contextos de Prática (para unidades/serviços de saúde) e Certificação de Competências dos Supervisores Clínicos (para enfermeiros). Como forma de facilitar e esclarecer dúvidas sobre a candidatura, a Plataforma da Acreditação disponibiliza ainda alguns documentos elucidativos sobre todo este processo. As candidaturas a Supervisores Clínicos poderão ser submetidas depois da unidade onde o candidato tenciona desempenhar o papel tutorial ter iniciado o seu próprio processo de candidatura à Acreditação da Idoneidade Formativa.  
 
A nova Plataforma tem os peritos da Estrutura de Idoneidades (EI) da Ordem dos Enfermeiros como gestores dos processos de candidatura. A EI continuará a fazer o acompanhamento dos processos de construção das candidaturas e estará disponível para prestar todas as informações necessárias através do e-mail: estruturaidoneidades@ordemenfermeiros.pt.
 
Para informação adicional sobre MDP, aceda ao seguinte link:

http://www.ordemenfermeiros.pt/comunicacao/RevistaOE/ROE46/index.html#4

patriciag