Bem-vindo à página da Ordem dos Enfermeiros

Apoio à navegação

Tem à sua disposição 2 elementos auxiliares de navegação: motor de pesquisa (tecla 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Página Inicial da Ordem dos Enfermeiros
 
Pesquisar
Ignorar hiperligações de navegação
A Ordem
A Enfermagem
Membros
Colégios
Informação
Notícias
Press Releases
Revista da OE
Resenhas de Imprensa
Newsletters
ExpressOE
Galeria de Imagens
Pareceres / Pronúncias
Tomadas de Posição
Documentos Oficiais
Legislação
Publicações
Inserção Profissional e Empreendedorismo
Relações Internacionais
Projectos e Programas
Eventos da OE
Links
Agenda
English Information
Estrutura de Idoneidades
Estrutura de Sistemas de Informação em Enfermagem
FAQ's
Benefícios para os membros
 

Informação

Imprimir página
Notícias 
14-06-2017 
Vacinação: Ordem decisiva no reforço da Saúde Escolar 
 

Os mecanismos de intervenção da Saúde Escolar ao nível da vacinação foram amplamente reforçados pelas recentes orientações definidas pela Direcção-Geral da Saúde, Direcção-Geral dos  e Ordem dos Enfermeiros, cujo contributo na clarificação do despacho governamental foi reconhecido pelo Ministério da Saúde.
 
“A Ordem tomou a iniciativa de reunir todas as partes para, em conjunto, clarificarmos o despacho do Governo e definirmos tudo sobre a sua operacionalização no terreno. Os enfermeiros estão na primeira linha da vacinação e a nossa acção nas escolas é essencial para o sucesso do Plano Nacional de Vacinação”, destaca a Bastonária Ana Rita Cavaco.
 
A intervenção da OE é elogiada pelo Governo. “Agradeço todo o apoio e empenho que a Ordem dos Enfermeiros tem colocado neste processo, tendo a consciência do papel imprescindível e insubstituível que os Enfermeiros sempre tiveram e têm de continuar a ter nesta área, e que são seguramente um dos principais garantes para o sucesso do país na vacinação”, sublinha o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, em nota enviada à Bastonária da OE.
 
De acordo com a Orientação nº009/2017, os enfermeiros das equipas de saúde escolar, das unidades de saúde personalizados (UCSP), das unidades de cuidados na comunidade (UCC), das unidades de saúde pública (USP) e das unidades de saúde familiar (USF) devem colaborar estreitamente com os delegados de saúde coordenadores dos ACES e Unidades Locais de Saúde (ULS) no sentido de procederam à avaliação da cobertura vacinal em ambiente escolar.
 
A avaliação do risco de ocorrência de doenças evitáveis pela vacinação deverá ser efectuada pelos delegados dos ACES e ULS, com a USP, enquanto o desenvolvimento de estratégias complementares de vacinação conducentes a aumento das coberturas vacinais acompanhadas de aconselhamento, esclarecimento e sensibilização para os benefícios da vacinação deverão ser articuladas com os enfermeiros. 
 

PSDias 
  © 2012 Ordem dos Enfermeiros