Bem-vindo à página da Ordem dos Enfermeiros

Apoio à navegação

Tem à sua disposição 2 elementos auxiliares de navegação: motor de pesquisa (tecla 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Página Inicial da Ordem dos Enfermeiros
 
Pesquisar
Ignorar hiperligações de navegação
A Ordem
A Enfermagem
Membros
Colégios
Informação
Notícias
Press Releases
Revista da OE
Resenhas de Imprensa
Newsletters
ExpressOE
Galeria de Imagens
Pareceres / Pronúncias
Tomadas de Posição
Documentos Oficiais
Legislação
Publicações
Inserção Profissional e Empreendedorismo
Relações Internacionais
Projectos e Programas
Eventos da OE
Links
Agenda
English Information
Estrutura de Idoneidades
Estrutura de Sistemas de Informação em Enfermagem
FAQ's
Benefícios para os membros
 

Informação

Imprimir página
Notícias 
19-06-2017 
Ordem mobiliza mais de 400 enfermeiros para zonas afectadas pelos incêndios (actualização) 
 
A Ordem dos Enfermeiros (OE), em articulação com o Ministério da Saúde e o posto de comando de Pedrogão Grande, está a mobilizar enfermeiros para as zonas afectadas pela trágica vaga de incêndios no Centro do País. Mais de 400 enfermeiros, de uma forma voluntária, responderam ao pedido da Ordem para assegurarem 10 centros de saúde das regiões afectadas pela tragédia.

“Há falta de enfermeiros e as populações precisam de nós. Obrigada a todos os voluntários. Tenho orgulho nos enfermeiros deste país. Vamos continuar a articular a nossa ajuda com a entidades competentes. Enfermeiros da OE estão no centro de comando de Pedrógão Grande. O meu telefone continua repleto de mensagens de enfermeiros que querem ajudar. Muito obrigada”, afirma a Bastonária Ana Rita Cavaco.

A mobilização de enfermeiros para o terreno está a ser coordenada pelo Presidente da SRC, Ricardo Correia de Matos. Já estão identificados os locais com maiores necessidades. Enfermeiros da Ordem, do Norte, Centro, Sul e sede nacional já estão no centro de crise da Ordem na SRC e estão a contactar todos os enfermeiros que se disponibilizem.

A Ordem está a fazer um ponto de situação permanente como o Ministério da Saúde e o Ministério da Administração Interna.

“Não há palavras que bastem para as famílias e amigos das vítimas do incêndio. As pessoas são únicas e irrepetíveis. Mas para os enfermeiros tenho muitas palavras, de agradecimento, coragem, orgulho e incentivo. Sei que estão, como sempre, na linha da frente. Um agradecimento muito especial aos enfermeiros bombeiros, bem como a todos os outros profissionais que zelam para que possamos viver seguros e mais tranquilos. O meu coração está convosco. A Ordem e os enfermeiros estão, como sempre estivemos, ao serviço do país. Contem connosco!", destaca Ana Rita Cavaco.
PSDias 
  © 2012 Ordem dos Enfermeiros