Bem-vindo à página da Ordem dos Enfermeiros

Apoio à navegação

Tem à sua disposição 2 elementos auxiliares de navegação: motor de pesquisa (tecla 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Página Inicial da Ordem dos Enfermeiros
 
Pesquisar
Ignorar hiperligações de navegação
A Ordem
A Enfermagem
Membros
Colégios
Informação
Notícias
Press Releases
Revista da OE
Resenhas de Imprensa
Newsletters
ExpressOE
Galeria de Imagens
Pareceres / Pronúncias
Tomadas de Posição
Documentos Oficiais
Legislação
Publicações
Inserção Profissional e Empreendedorismo
Relações Internacionais
Projectos e Programas
Eventos da OE
Links
Agenda
English Information
Estrutura de Idoneidades
Estrutura de Sistemas de Informação em Enfermagem
FAQ's
Benefícios para os membros
 

Informação

Imprimir página
 
28-07-2017 
Ordem entra na contratação pública 
 

O Conselho Directivo da Ordem dos Enfermeiros (OE) aprovou um Manual de Procedimentos Internos com os princípios e procedimentos de controlo interno de apoio à gestão. Esta é uma etapa decisiva para a implementação da contratação pública na Ordem, estando em curso outras medidas complementares nas áreas administrativa, recursos humanos e financeira.

Recorde-se que no mandato anterior não existiam procedimentos de gestão uniformizados e não eram seguidas as regras da contratação pública, que são obrigatórias, pelo menos, desde 2013. A gravidade da situação obrigou a que fosse constituído um grupo de trabalho para resolver este problema, mas que se deparou com a dificuldade de actuar com rapidez sem provocar constrangimentos nos serviços.

“Foi preciso agir rapidamente, a situação era inaceitável, mas não podíamos parar tudo. Por isso, este trabalho tem sido gradual mas estará concluído ainda este ano. Queremos deixar a Ordem a funcionar dentro da legalidade e sem os problemas que encontrámos”, afirma a Bastonária Ana Rita Cavaco.

O novo manual tem “o objectivo de apoiar a gestão dos recursos públicos de acordo com o Código dos Contratos Públicos (…) e com a Lei 2/2013 de 10 de Janeiro que estabelece a criação, organização e funcionamento das associações públicas profissionais”, sendo que é preciso que a “adopção de um sistema de controlo interno, políticas, métodos, técnicas e procedimentos de controlo ocorra em conformidade com os diplomas supra aludidos”, pode ler-se no preâmbulo do documento.

 
  © 2012 Ordem dos Enfermeiros