Bem-vindo à página da Ordem dos Enfermeiros

Apoio à navegação

Tem à sua disposição 2 elementos auxiliares de navegação: motor de pesquisa (tecla 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Página Inicial da Ordem dos Enfermeiros
Pesquisar
Ignorar hiperligações de navegação
A Ordem
A Enfermagem
Membros
Colégios
Informação
Notícias
Press Releases
Revista da OE
Resenhas de Imprensa
Newsletters
ExpressOE
Galeria de Imagens
Pareceres
Tomadas de Posição
Documentos Oficiais
Legislação
Publicações
Inserção Profissional e Empreendedorismo
Relações Internacionais
Projectos e Programas
Eventos da OE
Links
Agenda
English Information
Estrutura de Idoneidades
Estrutura de Sistemas de Informação em Enfermagem
FAQ's
Eleições OE 2015
Beneficios para os membros
 

Informação

Imprimir página
Notícias  
25-11-2016 
Enfermeiros vão poder quebrar sigilo para denunciar maus-tratos 
 

Violência doméstica, violência contra crianças, jovens, idosos, cidadãos com deficiência e todas as formas de maus-tratos. A Ordem dos Enfermeiros vai alterar o regulamento sobre sigilo profissional para que os enfermeiros possam denunciar todos estes casos, ao contrário do que está definido no documento actual.

 
“O sigilo profissional não pode funcionar como um escudo protector dos agressores. Os enfermeiros que são confrontados com casos de violência têm o dever de denunciar, requerendo a dispensa do sigilo profissional. Dizer que ninguém está sozinho é tomar decisões no sentido de tornar isso realidade”, explica Ana Rita Cavaco.


O Conselho Jurisdicional já deu parecer favorável à ideia da Bastonária. Os enfermeiros vão poder quebrar o sigilo profissional sempre que tenham suspeitas de maus-tratos, para que possam denunciá-los junto das autoridades policiais, judiciais e sociais. A dispensa do sigilo profissional deve ser feita junto do Presidente do Conselho Jurisdicional.
FM/LCN 
  © 2012 Ordem dos Enfermeiros