Bem-vindo à página da Ordem dos Enfermeiros

Apoio à navegação

Tem à sua disposição 2 elementos auxiliares de navegação: motor de pesquisa (tecla 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Página Inicial da Ordem dos Enfermeiros
 
Pesquisar
Ignorar hiperligações de navegação
A Ordem
A Enfermagem
Membros
Colégios
Informação
Notícias
Press Releases
Revista da OE
Resenhas de Imprensa
Newsletters
ExpressOE
Galeria de Imagens
Pareceres / Pronúncias
Tomadas de Posição
Documentos Oficiais
Legislação
Publicações
Inserção Profissional e Empreendedorismo
Relações Internacionais
Projectos e Programas
Eventos da OE
Links
Agenda
English Information
Estrutura de Idoneidades
Estrutura de Sistemas de Informação em Enfermagem
FAQ's
Benefícios para os membros
 

Informação

Imprimir página
 
31-07-2017 
Enfermeiro do Trabalho: DGS vai aceitar competência atribuída pela Ordem 
 

A Direcção-Geral de Saúde (DGS) comprometeu-se a reconhecer a atribuição pela Ordem dos Enfermeiros (OE) da competência de Enfermeiro de Trabalho, a concretizar-se em 2018. Perante o compromisso, a OE vai criar um grupo de trabalho de âmbito nacional destinado a definir o perfil de competência e operacionalização do Enfermeiro do Trabalho.

“São necessários mais Enfermeiros do Trabalho, como reconhece o próprio Programa Nacional de Saúde Ocupacional. A criação deste grupo é o primeiro passo para avançarmos com esta competência no próximo ano e respondermos, assim, às reais necessidades do País e das pessoas”, destaca o Vice-Presidente da OE, Luís Barreira.

O grupo de trabalho será constituído por enfermeiros peritos nesta área ao nível da prestação de cuidados, da docência e da gestão. A OE irá também lançar, este ano, um questionário online dirigido aos enfermeiros que exercem ou exerceram funções neste âmbito para realizar uma caracterização das condições com que executam a actividade.

Existem actualmente 1.600 inscritos na DGS, dos quais 200 foram considerados habilitados e 1.000 estão transitoriamente autorizados a exercer Enfermagem do Trabalho durante cinco anos, de acordo com o coordenador do PNSOC, Carlos Silva Santos.

 
  © 2012 Ordem dos Enfermeiros