Bem-vindo à página da Ordem dos Enfermeiros

Apoio à navegação

Tem à sua disposição 2 elementos auxiliares de navegação: motor de pesquisa (tecla 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Página Inicial da Ordem dos Enfermeiros
 
Pesquisar
Ignorar hiperligações de navegação
A Ordem
A Enfermagem
Membros
Colégios
Informação
Notícias
Press Releases
Revista da OE
Resenhas de Imprensa
Newsletters
ExpressOE
Galeria de Imagens
Pareceres / Pronúncias
Tomadas de Posição
Documentos Oficiais
Legislação
Publicações
Inserção Profissional e Empreendedorismo
Relações Internacionais
Projectos e Programas
Eventos da OE
Links
Agenda
English Information
Estrutura de Idoneidades
Estrutura de Sistemas de Informação em Enfermagem
FAQ's
Benefícios para os membros
 

Informação

Imprimir página
 
07-12-2017 
Conselho Internacional de Enfermagem elogia trabalho da Ordem dos Enfermeiros 
 

O Conselho Internacional de Enfermagem (ICN), que representa mais de 20 milhões de enfermeiros em todo o Mundo, emitiu um comunicado, a propósito do Fórum Força do Trabalho 2017, realizado pela primeira vez em Portugal, em Novembro, onde reconhece e elogia a actuação da Ordem dos Enfermeiros (OE) portugueses.

O ICN sublinha mesmo que este mandato foi pioneiro, em relação ao resto do mundo, sendo um exemplo do que deve ser a actuação dos reguladores mundiais.

“O Fórum aprovou a abordagem que tem sido adoptada pela OE para melhorar as condições de trabalho dos enfermeiros e reconhece que isso é parte integrante na qualidade da prestação de cuidados de saúde aos doentes”, lê-se num dos pontos do comunicado, que resultou do encontro realizado em Lisboa, nos dias 22 e 23 de Novembro.

O mesmo documento regista a preocupação com a previsível carência de 18 milhões de profissionais em 2030, dos quais nove milhões serão enfermeiros, e sublinha qua faltam actualmente 30 mil enfermeiros em Portugal, enquanto que 15 mil destes profissionais portugueses foram recrutados por outros países.

No seu discurso de boas-vindas durante o Fórum Força do Trabalho 2017, a Bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, realçou a força de trabalho dos enfermeiros. “Estamos a viver um tempo novo na enfermagem em Portugal. Terminou o silêncio, a ausência e a distância. Esta nova equipa da Ordem dos Enfermeiros (OE) prometeu não deixar ninguém sozinho. A promessa, dita assim, parece poética, mas é real. Fizemos já milhares de quilómetros, visitámos centenas de serviços e resolvemos problemas concretos de milhares de enfermeiros. É esta a força do trabalho”, afirmou a Bastonária.

SC 
  © 2012 Ordem dos Enfermeiros