Bem-vindo à página da Ordem dos Enfermeiros

Apoio à navegação

Tem à sua disposição 2 elementos auxiliares de navegação: motor de pesquisa (tecla 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Página Inicial da Ordem dos Enfermeiros
Pesquisar
Ignorar hiperligações de navegação
A Ordem
A Enfermagem
Membros
Colégios
MCEE Comunitária
MCEE Médico-Cirúrgica
MCEE de Reabilitação
MCEE de Saúde Infantil e Pediátrica
MCEE de Saúde Materna e Obstétrica
MCEE de Saúde Mental e Psiquiátrica
Estatística
Informação
Pareceres
Tomadas de Posição
Documentos Oficiais
Legislação
Publicações
Inserção Profissional e Empreendedorismo
Relações Internacionais
Projectos e Programas
Eventos da OE
Links
Agenda
English Information
Estrutura de Idoneidades
Estrutura de Sistemas de Informação em Enfermagem
FAQ's
Eleições OE 2015
Beneficios para os membros
 

Colégios

Imprimir página
MCEEC 
08-10-2015 
MCEEC realiza Encontro de Proximidade na Região Autónoma dos Açores 

A Presidente da Mesa do Colégio da Especialidade de Enfermagem Comunitária (MCEEC) da Ordem dos Enfermeiros (OE), Enf.ª Maria do Céu Ameixinha, e o Secretário, Enf. José Barbosa Lima, estiveram em Ponta Delgada, na Ilha de São Miguel, no dia 1 de outubro de 2015, para realizar o Encontro de Proximidade, atividade desenvolvida em conjunto com a Secção Regional da Região Autónoma dos Açores (SRRAA).

 


O Encontro, subordinado ao tema «Presente e futuro do Enfermeiro Especialista em Enfermagem Comunitária e as suas competências específicas no atual contexto», contou na Mesa de Abertura com as presenças da Presidente da MCEEC e da Presidente da Mesa da Assembleia Regional (MAR), Enfª. Marta Loura, em representação do Presidente da SRRAA, Enf. Tiago Lopes.

 

 


A Presidente da MAR preletou sobre a Enfermagem e, em especial, a Enfermagem Comunitária da Região, as suas necessidades, motivações e projetos. A MCEEC apresentou o percurso desenvolvido ao longo do mandato 2012-2015, bem como as temáticas inerentes aos Enfermeiros Especialistas em Enfermagem Comunitária:


1. Os objetivos gerais:

     - Aproximar a Ordem dos Enfermeiros aos Enfermeiros e Cidadãos;

     - Promover a segurança e qualidade dos cuidados através da efetiva regulação do exercício profissional;

     - Intervir na qualidade e promover a desenvolvimento profissional.

2. Atividades desenvolvidas:
 
     - Pareceres/tomadas de posição;

     - Representações / participações em eventos nacionais e internacionais;

     - Eventos realizados;

     - Grupos de trabalho;

     - Reuniões de trabalho com associações profissionais e DGS;

     - Relatório bienal sobre o estado de desenvolvimento da especialidade e recomendações;

     - Outras atividades (microsite, revista, dias mundiais…).

 3. Desafios futuros:

     - Novo Colégio da Especialidade Enfermagem de saúde Familiar (MDAIF);

     - Assegurar Dotações Seguras na UCSP, UCC e USP;

     - Propor estudo sobre dotações seguras nos CDP e CVI;

     - Conclusão do Padrão de Documentação do Enfermeiro Especialista de Enfermagem Comunitária;

     - Criação e comemoração do Dia Nacional do Enfermeiro Especialista de Enfermagem Comunitária (12 de setembro);

     - Comissão de apoio com um elemento dos Açores;

     - Encontro de Boas Práticas a 12 de novembro no Porto;

     - Relatório Final e Portefólio de Transição para o mandato seguinte;

     - Continuar a proximidade com os membros do Colégio;

     - Continuar… o caminho percorrido até aqui…


4. Presente e futuro do Enfermeiro Especialista em Enfermagem Comunitária e as suas competências específicas no atual contexto:

     - Estabelece com base na metodologia do Planeamento em Saúde, a avaliação de estado de saúde de uma comunidade;

     - Realiza o planeamento em saúde de acordo com as seguintes etapas:

          - Procede à elaboração do diagnóstico de saúde de uma comunidade;

          - Estabelece as prioridades em saúde de uma comunidade;

          - Formula objetivos e estratégias face à priorização das necessidades em saúde;

          - Estabelece e avalia programas e projetos de intervenção com vista à resolução dos problemas identificados.


5. Em que Unidade Funcional deve desempenhar as funções específicas no atual contexto?

6. Nova arquitetura organizacional;

7. Participação da comunidade;

8. Orientações Europeias;

Considerando que se pretende a reconfiguração do atual modelo de prestação de cuidados, das unidades de saúde e centros de saúde da Região Autónoma dos Açores, este foi um bom contexto de reflexão sobre esta reconfiguração. A discussão entre os presentes foi muito rica e profunda.

Esta visita foi muito profícua, na medida em que permitiu que os elementos da Mesa ficassem a conhecer melhor a realidade da Enfermagem Comunitária na Região Autónoma dos Açores e perspetivassem novas estratégias para a Região.

De realçar a amabilidade com que a MCEEC foi recebida, durante a sua estadia, pelos elementos da SRRAA da OE. Os elementos da Mesa do Colégio agradecem a todos com quem privaram: «Foram excecionais a todos os níveis», «o nosso Muito Obrigado a todos».
Fica assim cumprida, com sucesso, mais uma atividade aprovada para este ano no plano de atividades da MCEEC.

A Presidente da Mesa do Colégio da Especialidade Enfermagem Comunitária

Enf.ª Maria do Céu Ameixinha de Abreu

MCEEC/MCA - GCI/PG 
  © 2012 Ordem dos Enfermeiros